Missão em Gabú – Guiné Bissau

Está sob a responsabilidade das Irmãs Clarissa Franciscanas Missionárias do Santíssimo Sacramento, que tem sua missão em Gabú desde 1996.

Como surgiu o Centro

O conflito armado de Junho de 1998 a Maio de 1999, que causou a população Guineense gravíssimos problemas, atingiu principalmente mulheres e crianças. Verificou-se uma elevada taxa de mortalidade infantil, decorrente de uma grave desnutrição.

O conflito armado de Junho de 1998 a Maio de 1999, que causou a população Guineense gravíssimos problemas, atingiu principalmente mulheres e crianças. Verificou-se uma elevada taxa de mortalidade infantil, decorrente de uma grave desnutrição.

O referido Centro foi entregue, na ocasião, à Comunidade religiosa residente, as Irmãs Clarissa Franciscanas Missionárias do Santíssimo Sacramento, que o administra até a presente data, como uma prioridade Pastoral social, da Diocese.

Funcionando com regime de internamento, com dez leitos, e atendimento ambulatório que beneficia, também, crianças com desnutrição moderada, gestantes e lactantes, que recebem papa e óleo do PAM, Programa de Alimentação Mundial.

Objectivo  do centro e de prevenir a desnutrição e sensibilizar as mães quanto o aleitamento, alimentação saudável e higiene, são realizadas despistagens nas Tabancas da região de Gabú. As doenças mais comuns que se verificam, na região são: anemia severa, verminose, malária, pneumonia, tuberculose, diarréia, doenças de pele e Sida (HIV). As mães permanecem em média de 15 a 60 dias com as crianças, sendo oferecido a elas educação sanitária e orientação de como preparar o alimento das crianças com recursos locais.